Alexandre, possivelmente por Apeles

Alexandre, possivelmente por Apeles
A natureza polêmica e controvertida da filosofia cética ao longo da história da filosofia é, ao menos em parte, resultado da ambiguidade e imprecisão com que esse termo é continuamente mobilizado. Já Sexto Empírico, médico e filósofo do início da era cristã, principal fonte do ceticismo pirrônico hoje restante, insiste no modo como as usuais “refutações” da filosofia cética baseiam-se numa compreensão precária do que eles disseram. Se a sua retomada no período do Renascimento, como diz Richard Popkin, contribuiu decisivamente para a gestação da assim chamada filosofia moderna, as controvérsias e mal-entendidos apenas se multiplicaram. Não apenas filósofos explicitamente simpáticos ao ceticismo – como Montaigne, Gassendi, Bayle e Hume – o reconstruíram de modos singulares e diversos, como diversos daqueles que pretenderam refutá-lo – como Berkeley ou Kant – são tributários dessa filosofia num grau que por vezes eles mesmos parecem não ter reconhecido integralmente, o que é seguramente muito mais verdadeiro a respeito das leituras usuais dessas filosofias. O objetivo do grupo “Questões sobre a História do Ceticismo” é o de formar e integrar pesquisadores interessados no exame dos contornos problemáticos e desconhecidos da “tradição cética” e de suas consequências. Isso abrange tanto o estudo das diversas versões de ceticismo historicamente dadas, em diversos de seus aspectos: epistemológicos, científicos, morais, políticos e literários, e mesmo a maneira como problematiza radicalmente a própria natureza da filosofia, como suas repercussões diversas ao longo da história da filosofia, inclusive e sobretudo na rejeição do ceticismo.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Defesa do critério acadêmico

Aqui vai o link para a tradução do Brittain da defesa ciceroniana do critério acadêmico contra Luculo, a ser apresentada pelo Eduardo no próximo seminário, dia 03/03, às 14h30. Para acessar o texto, é preciso seguir o meu perfil no Scribd, ao que parece...
Para a discussão sobre o Sorites (que cabe retomar nesse encontro), um texto talvez útil se encontra em
http://plato.stanford.edu/entries/sorites-paradox/
Abraços, e até lá.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Texto Cícero Acadêmicos II - XXVIV-XXX

Aqui está o TEXTO para o próximo seminário (Crítica dos sentidos e da razão) apresentado pelo Márcio no dia 17/02.

Até quinta

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Textos

Pessoal, o esquema do Charles Brittain e as passagens dos Acadêmicos para o próximo seminários foram postadas em www.scribd.com .  Os arquivos são esquema_brittain e lucullus_xv_xxx. Não sei bem como funciona, talvez vcs tenham que se inscrever para "seguir" minha conta. Qqer problema, me avisem.
Como combinado, estarei à disposição para os encontros de orientação nas manhãs correspondentes às datas dos encontros, que continuam ocorrendo sempre à tarde, a partir das 14h30.

CALENDÁRIO PARA OS PRÓXIMOS ENCONTROS



Lucullus
xx-xxv


03/02
A autoridade dos Acadêmicos/
Esclarecimentos sobre a questão debatida.
Roberson e eu...
Lucullus
xxiv-xxx
17/02
Crítica dos sentidos
e da razão
Márcio
Lucullus
xxxi-xxxiv
03/03
Defesa do critério acadêmico (probabile)
Eduardo
Lucullus
xxxv-xl
17/03
A controvérsia dos dogmáticos
Rodolfo
Seminários avulsos
07/04: Descartes

Seminarios avulsos
21/04: Descartes

Seminários avulsos
05/05: Sexto Empírico/Burnyeat

Seminários avulsos
19/05: Sexto Empírico/Frede